Tradução

Post Reply
cuttysark
Posts: 84
Joined: Tue Oct 07, 2008 2:20 pm

Tradução

Post by cuttysark » Mon Oct 20, 2008 3:22 pm

Olá, Como eu não posso usar o RosCMS no trabalho nem sei como usá-lo, coloco aqui uma tradução para esta página:

http://www.reactos.org/pt/roscms.html

--------------------------------------------------------
RosCMS
ReactOS Content Management System (Sistema de Gestão de Conteúdos)

RosCMS v3
O software ReactOS ReactOS Content Management System, para gestão do site do ReactOS website sofreu uma grande actualização. O RosCMS é utilizado para gerir

o site do ReactOS e adicionalmente, num futuro próximo, fazer a manutenção dos trabalhos de tradução do ReactOS. É um sistema baseado em internet muito

flexível. As partes nucleares do software são a base de dados de layout flexível e um interface dinâmico que consiste em diversos filtros.

O utilizador final pode personalizar o seu fluxo de trabalho alterando as definições dos filtros ou escolhendo uma das vistas pré-definidas (que por sua vez

consistem, consistem em filtros internos).

O Klemens Friedl tem vindo a trabalhar desde Março de 2007 no RosCMS versão 3, que veio a substituir, a versão 2, como 2 anos de idade, do RosCMS em

2007/07/31.
Esta grande actualização envolveu diversas mudanças, toda a estrutura da base de dados foi mudada, a partir de um layout simples, em parte redundante partiu

-se para um novo layout, muito flexível e amadurecido. O interface do RosCMS evoluíu de um simples formulários HTML para o que é conhecido por alguns como

AJAX style web-application. O novo interface foi desenhado para ser consistente, simples de usar, compreensível e tendo sempre em mente a segurança.

Tutoriais
Para tornar a transição o mais simples possível, escrevemos e gravámos alguns tutoriais, com diversos screenshots e até mesmo alguns videos.

Leia/Veja alguns tutoriais.

Translation Maintainer (Gestor de Traduções)
Uma outra alteração involve um novo termo "translation maintainer". "translation maintainer" significa que uma ou mais pessoas habilitadas mantêm uma única

Lingua. Apenas estes gestores das traduções são responsáveis pela colocação de conteúdos online, organização,coordenação das actualizações dos grupos, etc.

Translation Maintainer (Gestor de Traduções)
Os tradutores normais têm quase os mesmos privilégios de antigamente. Podem traduzir conteúdos, editar, etc. A única diferença no RosCMS v3 é que o tradutor

normal não poderá colocar conteúdos directamente no site, poderá sim, colocá-los numa lista de espera, que será validada pelo gestor de traduções. Esta

alteração poderá parecer à partida uma desvantagem, mas na realidade, irá ajudar na produção de traduções mais consistentes e de uma melhor qualidade na

generalidade.

Novas funcionalidades para os tradutores

Adicionalmente, os tradudores obtiveram mais previlégios na v3. Os tradutores podem actualmente, pré-visualizar as suas alterações utilizando a função de

pré-visualização. Têm também, uma funcionalidade mais poderosa, a comparação. Existem ainda diversas funções e funcionalidades opcionais que lhe permitem

personalizar o seu fluxo de trabalho de tradução.



Download RosCMS
Diversas pessoas perguntaram como é que poderiam obter o RosCMS para uso pessoal. Em Setembro de 2005, foi lançada a v2 sob licença GPL 2 (com uma cláusula

de "mais tarde"). Tem estado disponível no repositário do ReactOS SVN desde então, embora a instalação não seja trivial.

Com a última versão, RosCMS v3, fornecemos pacote de instalação do RosCMS v3 com um script instalação apropriado e fácil de usar.

Screenshots dos Scripts de Instalação
O Script de instalação do RosCMS v3 consiste em 3 passos



Dados de login da Base de DadosDatabase, dados do login, URI do servidor, definições do RosCMS e primeira conta.



Passo 3 mostra o status da instalação.



Depois do passo de login, verá pela primeira vez, o interface do RosCMS.



A página de amostra que segue com o RosCMS v3.



Licenciamento & Copyright

RosCMS - ReactOS Content Management System
Copyright (C) 2005 - 2007 Klemens Friedl
2005 Ge van Geldorp
2005 Micheal Wirth
2007 Colin Finck

This program is free software; you can redistribute it and/or modify
it under the terms of the GNU General Public License as published by
the Free Software Foundation; either version 2 of the License, or
(at your option) any later version.

This program is distributed in the hope that it will be useful,
but WITHOUT ANY WARRANTY; without even the implied warranty of
MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE. See the
GNU General Public License for more details.

You should have received a copy of the GNU General Public License
along with this program; if not, write to the Free Software
Foundation, Inc., 675 Mass Ave, Cambridge, MA 02139, USA.

Última versão
Download da última versão do RosCMS v3 (20070917_beta)

cuttysark
Posts: 84
Joined: Tue Oct 07, 2008 2:20 pm

Re: Tradução

Post by cuttysark » Mon Oct 20, 2008 3:36 pm

Correcção:
Olá, Como eu não posso usar o RosCMS no trabalho e nem sei como usá-lo, coloco aqui uma tradução para esta página:
http://www.reactos.org/pt/roscms.html
--------------------------------------------------------
RosCMS
ReactOS Content Management System (Sistema de Gestão de Conteúdos)

RosCMS v3
O software ReactOS ReactOS Content Management System, para gestão do site do ReactOS website sofreu uma grande actualização. O RosCMS é utilizado para gerir o site do ReactOS e adicionalmente, num futuro próximo, fazer a manutenção dos trabalhos de tradução do ReactOS. É um sistema baseado em internet muito flexível. As partes nucleares do software são a base de dados de layout flexível e um interface dinâmico que consiste em diversos filtros.

O utilizador final pode personalizar o seu fluxo de trabalho alterando as definições dos filtros ou escolhendo uma das vistas pré-definidas (que por sua vez consistem, consistem em filtros internos).

O Klemens Friedl tem vindo a trabalhar desde Março de 2007 no RosCMS versão 3, que veio a substituir, a versão 2, como 2 anos de idade, do RosCMS em 2007/07/31. Esta grande actualização envolveu diversas mudanças, toda a estrutura da base de dados foi mudada, a partir de um layout simples, em parte redundante partiu-se para um novo layout, muito flexível e amadurecido. O interface do RosCMS evoluíu de um simples formulários HTML para o que é conhecido por alguns como AJAX style web-application. O novo interface foi desenhado para ser consistente, simples de usar, compreensível e tendo sempre em mente a segurança.

Tutoriais
Para tornar a transição o mais simples possível, escrevemos e gravámos alguns tutoriais, com diversos screenshots e até mesmo alguns videos.

Leia/Veja alguns tutoriais.

Translation Maintainer (Gestor de Traduções)
Uma outra alteração envolveu um novo termo "translation maintainer". "translation maintainer" significa que uma ou mais pessoas habilitadas mantêm uma única Lingua. Apenas estes gestores das traduções são responsáveis pela colocação de conteúdos online, organização,coordenação das actualizações dos grupos, etc.

Translation Maintainer (Gestor de Traduções)
Os tradutores normais têm quase os mesmos privilégios de antigamente. Podem traduzir conteúdos, editar, etc. A única diferença no RosCMS v3 é que o tradutor normal não poderá colocar conteúdos directamente no site, poderá sim, colocá-los numa lista de espera, que será validada pelo gestor de traduções. Esta alteração poderá parecer à partida uma desvantagem, mas na realidade, irá ajudar na produção de traduções mais consistentes e de uma melhor qualidade na generalidade.

Novas funcionalidades para os tradutores

Adicionalmente, os tradudores obtiveram mais previlégios na v3. Os tradutores podem actualmente, pré-visualizar as suas alterações utilizando a função de pré-visualização. Têm também, uma funcionalidade mais poderosa, a comparação. Existem ainda diversas funções e funcionalidades opcionais que lhe permitem personalizar o seu fluxo de trabalho de tradução.

Download RosCMS
Diversas pessoas perguntaram como é que poderiam obter o RosCMS para uso pessoal. Em Setembro de 2005, foi lançada a v2 sob licença GPL 2 (com uma cláusula de "mais tarde"). Tem estado disponível no repositário do ReactOS SVN desde então, embora a instalação não seja trivial.

Com a última versão, RosCMS v3, fornecemos pacote de instalação do RosCMS v3 com um script instalação apropriado e fácil de usar.

Screenshots dos Scripts de Instalação
O Script de instalação do RosCMS v3 consiste em 3 passos

Dados de login da Base de DadosDatabase, dados do login, URI do servidor, definições do RosCMS e primeira conta.

Passo 3 mostra o status da instalação.

Depois do passo de login, verá pela primeira vez, o interface do RosCMS.

A página de amostra que segue com o RosCMS v3.

Licenciamento & Copyright

RosCMS - ReactOS Content Management System
Copyright (C) 2005 - 2007 Klemens Friedl
2005 Ge van Geldorp
2005 Micheal Wirth
2007 Colin Finck

This program is free software; you can redistribute it and/or modify
it under the terms of the GNU General Public License as published by
the Free Software Foundation; either version 2 of the License, or
(at your option) any later version.

This program is distributed in the hope that it will be useful,
but WITHOUT ANY WARRANTY; without even the implied warranty of
MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE. See the
GNU General Public License for more details.

You should have received a copy of the GNU General Public License
along with this program; if not, write to the Free Software
Foundation, Inc., 675 Mass Ave, Cambridge, MA 02139, USA.

Última versão
Download da última versão do RosCMS v3 (20070917_beta)

cuttysark
Posts: 84
Joined: Tue Oct 07, 2008 2:20 pm

Re: Tradução

Post by cuttysark » Mon Oct 20, 2008 4:17 pm

Compilar o ReactOS
Para compilar o ReactOS, utilize o prepackaged ReactOS Build Environments disponível aqui (link http://www.reactos.org/wiki/index.php/Build_Environment). A disparidade das versões entre os pacotes NT e *nix, resulta da versão NT incluir utilitários e scripts adicionais para facilitar o download das cópias do código-fonte aos utilizadores de Windows.

NT Build Environment
O pacote do Windows NT é actualmente mantido pelo Daniel Reimer. Esta versão requer um sistema Windows 2000 ou superior. Não funcionará em Windows 9x/ME. Em conjunto com as ferramentas de construção, as versões 0.3.7 e seguintes incluem algumas utilidades e funcionalidades extra para facilitar o download das cópias do código-fonte.

*nix Build Environment
O pacote *nix é actualmente mantido pelo Colin Finck. Esta versão requer um hospedeiro GCC pelo menos da da versão 3.4, com suporte C e C++. Este pacote foi testado no FreeBSD e em diversas distribuições Linux. Suporte para Mac OS X será provavelmente disponibilizado num futuro lançamento. O compilador do Hospedeiro criará todas as diversas ferramentas para compilar o ReactOS, incluindo uma versão com patch do GCC. O *nix Build Environment não tem nenhuma das utilidades e funcionalidades incluídas no NT Build Environment, pelo que, os utilizadores terão que instalá-las por si próprios.

Comandos
Estes são os comandos gerais que necessita para gerar o ReactOS.

make: Compila tudo. Depois de qualquer alteração do código-fonte, use make para actualizar os objectos compilados.

make bootcd: Cria um CD de instalação. Se o ReactOS não tiver sido ainda compilado, make bootcd fará a compilação, no entanto, se houver alguma alteração ao código-fonte desde o último comando make, o comando make bootcd não as registará e criará um novo CD baseado no último build manual.

make livecd: Cria um LiveCD. O comando make livecd é idêntico ao comando make bootcd na forma como se relaciona com o código-fonte.

make clean: Apaga todos os objectos compilados e depois gera um código-fonte no estado mais puro.

clean: Um comando de remoção de objectos compilados mais profundo do que o comando make clean. Ajuda a preparar a criação de um código-fonte ainda mais puro.

cuttysark
Posts: 84
Joined: Tue Oct 07, 2008 2:20 pm

Re: Tradução

Post by cuttysark » Mon Oct 20, 2008 4:21 pm

Tradução da página:
http://www.reactos.org/pt/dev_compile.html

-----------------------------------------------------------
Compilar o ReactOS
Para compilar o ReactOS, utilize o prepackaged ReactOS Build Environments disponível aqui (link http://www.reactos.org/wiki/index.php/Build_Environment). A disparidade das versões entre os pacotes NT e *nix, resulta da versão NT incluir utilitários e scripts adicionais para facilitar o download das cópias do código-fonte aos utilizadores de Windows.

NT Build Environment
O pacote do Windows NT é actualmente mantido pelo Daniel Reimer. Esta versão requer um sistema Windows 2000 ou superior. Não funcionará em Windows 9x/ME. Em conjunto com as ferramentas de construção, as versões 0.3.7 e seguintes incluem algumas utilidades e funcionalidades extra para facilitar o download das cópias do código-fonte.

*nix Build Environment
O pacote *nix é actualmente mantido pelo Colin Finck. Esta versão requer um hospedeiro GCC pelo menos da da versão 3.4, com suporte C e C++. Este pacote foi testado no FreeBSD e em diversas distribuições Linux. Suporte para Mac OS X será provavelmente disponibilizado num futuro lançamento. O compilador do Hospedeiro criará todas as diversas ferramentas para compilar o ReactOS, incluindo uma versão com patch do GCC. O *nix Build Environment não tem nenhuma das utilidades e funcionalidades incluídas no NT Build Environment, pelo que, os utilizadores terão que instalá-las por si próprios.

Comandos
Estes são os comandos gerais que necessita para gerar o ReactOS.

make: Compila tudo. Depois de qualquer alteração do código-fonte, use make para actualizar os objectos compilados.

make bootcd: Cria um CD de instalação. Se o ReactOS não tiver sido ainda compilado, make bootcd fará a compilação, no entanto, se houver alguma alteração ao código-fonte desde o último comando make, o comando make bootcd não as registará e criará um novo CD baseado no último build manual.

make livecd: Cria um LiveCD. O comando make livecd é idêntico ao comando make bootcd na forma como se relaciona com o código-fonte.

make clean: Apaga todos os objectos compilados e depois gera um código-fonte no estado mais puro.

clean: Um comando de remoção de objectos compilados mais profundo do que o comando make clean. Ajuda a preparar a criação de um código-fonte ainda mais puro.
Compilar o ReactOS
Para compilar o ReactOS, utilize o prepackaged ReactOS Build Environments disponível aqui (link http://www.reactos.org/wiki/index.php/Build_Environment). A disparidade das versões entre os pacotes NT e *nix, resulta da versão NT incluir utilitários e scripts adicionais para facilitar o download das cópias do código-fonte aos utilizadores de Windows.

NT Build Environment
O pacote do Windows NT é actualmente mantido pelo Daniel Reimer. Esta versão requer um sistema Windows 2000 ou superior. Não funcionará em Windows 9x/ME. Em conjunto com as ferramentas de construção, as versões 0.3.7 e seguintes incluem algumas utilidades e funcionalidades extra para facilitar o download das cópias do código-fonte.

*nix Build Environment
O pacote *nix é actualmente mantido pelo Colin Finck. Esta versão requer um hospedeiro GCC pelo menos da da versão 3.4, com suporte C e C++. Este pacote foi testado no FreeBSD e em diversas distribuições Linux. Suporte para Mac OS X será provavelmente disponibilizado num futuro lançamento. O compilador do Hospedeiro criará todas as diversas ferramentas para compilar o ReactOS, incluindo uma versão com patch do GCC. O *nix Build Environment não tem nenhuma das utilidades e funcionalidades incluídas no NT Build Environment, pelo que, os utilizadores terão que instalá-las por si próprios.

Comandos
Estes são os comandos gerais que necessita para gerar o ReactOS.

make: Compila tudo. Depois de qualquer alteração do código-fonte, use make para actualizar os objectos compilados.

make bootcd: Cria um CD de instalação. Se o ReactOS não tiver sido ainda compilado, make bootcd fará a compilação, no entanto, se houver alguma alteração ao código-fonte desde o último comando make, o comando make bootcd não as registará e criará um novo CD baseado no último build manual.

make livecd: Cria um LiveCD. O comando make livecd é idêntico ao comando make bootcd na forma como se relaciona com o código-fonte.

make clean: Apaga todos os objectos compilados e depois gera um código-fonte no estado mais puro.

clean: Um comando de remoção de objectos compilados mais profundo do que o comando make clean. Ajuda a preparar a criação de um código-fonte ainda mais puro.

Post Reply

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests